Macadame

É o recente projecto vindo de Coimbra, em 2011, os Macadame deram a conhecer a sua particular abordagem à música popular portuguesa: uma abordagem marcada pelo convívio animado entre a electrónica e os temas populares, entre os instrumentos elétricos e os tradicionais, e em que diversas influências confluem para a criação de um universo muito próprio e envolvente. João Fong, Alexandre Barros, Rui Macedo, Paulo Yoshida e a voz de Vânia Couto estreiam agora o seu primeiro trabalho Pão Quente e Bacalhau Cru. Os Macadame não procuram reinventar a música tradicional portuguesa, mas associamos imediatamente uma portugalidade que nos é familiar, querida e muito apreciada!

Tim

Tim, incontornável figura e um dos expoentes máximos no alinhamento do rock português, vocalista dos gigantes Xutos & Pontapés, mais uma vez prossegue a sua aventura a solo. Integrante de bandas como: Resistência, Cabeças no Ar ou Rio Grande, com inúmeras participações em discos de outros artistas e compilações. De guitarra acústica em punho, conta com cinco discos a solo no mercado e grandes actuações por grandes festivais nacionais.

Filipe Raposo

Filipe Raposo, é um dos melhores pianistas da nova geração. Pianista de formação clássica no Conservatório Nacional de Lisboa e também compositor pela Escola Superior de Música de Lisboa. Posteriormente fez a incursão pelos caminhos do jazz, música popular e Fado. Na área do jazz, Filipe Raposo é líder de um trio musical assim como integrante nos projectos de Yuri Daniel e Tora Big Band. Sendo um compositor nato, Filipe Raposo ainda desenvolve actividades como arranjador musical, direção artística e pianista ao colaborar com artistas consagrados tais como José Mário Branco, Fausto, Sérgio Godinho, Amélia Muge, Janita Salomé e o projecto Al Mu’tamid o Rei-Poeta do Andaluz. Filipe Raposo conta com dois grandes discos “First Falls” e “Hundred Silent Ways”.

Janita Salomé

Janita Salomé está entre os ícones nacionais que englobam a geração de ouro de cantautores portugueses. Tendo trabalhado com grandes artistas tais como: José Afonso, José Mário Branco, Sérgio Godinho, Vitorino, ou Brigada Vitor Jara. Conta no seu percurso com 10 álbuns editados e envolvido em outros tantos grandes trabalhos, Janita Salomé é precedido de grande prestígio e uma reputação que lhe garante sempre grande aceitação e aderência em termos de espectáculo. O seu último trabalho "Em nome da Rosa ", dá uma continuidade a todo um legado musical que a sua obra demarca.

António Pinho Vargas

António Pinho Vargas músico compositor com distinção tanto na área Clássica como na área do Jazz, onde lançou sete grandes álbuns. Em 2009 recebeu o tão prestigiado premio José Afonso que lhe foi atribuído pelo seu disco "Solo II" lançado nesse mesmo ano. Posteriormente em 2012, recebeu o honroso premio pela Universidade de Coimbra pelo seu grande contributo à música contemporânea. António Pinho Vargas regressa em 2015 às grandes performances a que sempre nos habituou, com o seu reportório de composições que se tornaram célebres no percurso das suas grandes obras.

Sara Serpa

Nova Iorque - Lisboa - Portugal - Estados Unidos Sara Serpa vive e trabalha em Nova Iorque onde tem colaborado com nomes de grande relevo na cena jazzística mundial como John Zorn e Greg Osby, tendo feito grandes discos e espectáculos. A solo, Sara tem desenvolvido a sua carreira e apresenta-nos agora um grande disco em duo com André Matos com o nome “Primavera”.

Caparica Primavera Surf Fest

Festival de Musica e o Surf que a amg music produz para a CMA. O Festival Caparica Primavera Surf Fest apresenta duas vertentes: o Surf - com várias provas nacionais e internacionais a decorrer entre disciplinas como o Bodyboard e Surf. Grandes nomes da musica nacional intercalados entre DJ’s e Bandas. Durante este festival, estão programados diariamente Live Act de bandas tais como: Cais Sodré Funk Connection, Orlando Santos, Freddy Locks, Batida, Noiserv, Agir, Da Chick e You Can’t Win, Charlie Brown. Os DJ’s que encerram as noites são: Rui Vargas, DJ Vibe, Ride, Jiggy, Riot, FunkYou2, Overule, Dj Glue, Magazino, Nuno di Rosso. Em jeito de Warm Up deste evento, todos os dias ao final da tarde, a tenda abre com uma Sunset Party com DJ’s emergentes da “cena” de dança: Dj Miguel Nery, Magalie, Bodjha, Señor Pelota, Gilvaia, Sheri Vari, Johny Deep, Alpha e Tiago Marques que estarão a aquecer as hostes e a dar as boas vindas aos festivaleiros. A destacar ainda a presença da entidade Surf At Lisbon com uma panóplia de filmes de Surf a ser exibida dentro da tenda de espectáculos, elevando ainda mais a fasquia, trazendo a vertente de vídeo a este festival.

O Sol da Caparica Festival

Em Agosto passado, o Parque Urbano da Costa da Caparica recebeu mais de 65 mil pessoas que passaram pelos 4 dias de festival. 2 grandes palcos por onde passaram mais de 30 artistas em 11 horas de boa musica, uma imensa avenida de restauração, Stands de exposição e ainda toda uma variedade de animações dispostas pelo parque. O festival O Sol da Caparica foi desenhado para abraçar todo o conceito Lusófono e da língua portuguesa, Durante três dias de festival atuaram diversos projectos nacionais assim como do universo Palop e ainda Brasil. Neste sentido foi oferecida uma programação “overall” para todos os “mundos” e targets. Desde artistas como Buraka Som Sistema, Gabriel O Pensador, GNR, Anselmo Ralph, David Fonseca, Pedro Abrunhosa, Deolinda, Capicua, Capitão Fausto, Ceuzany, Expensive Sol ou Aline Frazão desfilaram pelo festival, presenteando a imensa multidão com grandes espectáculos desde as 18:00 até às 2:30. Ainda a presença de peso da entidade a Monstra que desfilou pela área Cinema com sessões de filmes de animação, dando um espaço de relaxe e lazer como alternativa. O conceito familiar dentro do festival não foi esquecido com um dia um dia reservado ao publico infantil, por onde passaram vários projectos musicais para as crianças.